You are here
Home > Espiritualidade > O Silêncio que cala o mundo e anuncia a Salvação

O Silêncio que cala o mundo e anuncia a Salvação

“Permanecem inesquecíveis para nós as imagens do Domingo de Ramos quando, com um ramo de oliveira na mão e marcado pela dor, ele estava à janela e nos dava a bênção do Senhor, prestes a encaminhar-se rumo à Cruz. Depois, a imagem do momento em que, na sua capela particular, com o Crucifixo na mão, participava na Via-Sacra no Coliseu, onde muitas vezes tinha presidido à procissão, carregando ele próprio a Cruz. Finalmente, a bênção silenciosa do Domingo de Páscoa em que, através da dor, víamos resplandecer a promessa da ressurreição, da vida eterna” – Papa Emérito Bento XVI.

JPII_marabr2005

“O Santo Padre, com as suas palavras e as suas obras, deu-nos grandes coisas; mas não menos importante é a lição que nos deu da cátedra do sofrimento e do silêncio…” – Papa Emérito  Bento XVI.

 

O São João Paulo II que teve como a tônica de seu pontificado e vida, a missão de anunciar ao mundo “Coragem!…” mostrou-nos, no sofrimento, a coragem e a força do silêncio.

É o sofrimento que arde e consome o mal com a chama do amor… Todo o sofrimento humano, toda a dor, toda a enfermidade encerra uma promessa de salvação… Mistério este que nos faz e não temos como não silenciar.

Mas é ele mesmo, São João Paulo II, que vem nos mostrar:

“O mal é porventura invencível? É a última verdadeira potência da história? Existe um limite contra o qual o poder do mal se detém? Sim, existe, ele mesmo responde nos seus escritos e com a própria vida. O poder que põe um limite ao mal é a misericórdia divina“ – São João Paulo II.

Mistério, sofrimento, mal, esperança e vitória. “…Maria guardava fielmente essas coisas no silêncio de seu coração” (cf. Lc 2, 19. 51).

“Enquanto um silêncio profundo envolvia todas as coisas, e a noite estava pela metade, a tua Palavra, todo-poderosa veio do alto do céu, do seu trono real, e lançou-se sobre a terra” (cf. Sb 18, 14ss).

Mais uma vez, São João Paulo II vem nos ensinar com a própria vida. A perfeição do silêncio evocado sob o auxílio da Virgem Maria, a Mãe do silêncio… e clama serenamente e com um esforço descomunal, “Totus Tuus”, todo teu (todo de Maria).

Vejamos com silêncio e profunda contemplação um trecho em vídeo da vida de São João Paulo II que nos apresenta tão sublime e elevado mistério a que somos chamados, o silêncio.

“Totus Tuus”, suas últimas palavras.

Marcelo Barroso
Marcelo Barroso
Marcelo Barroso, rondoniense, membro da comunidade católica Totus Mariae. Conselheiro do Núcleo de Fé e Cultura - PUC/SP, Engenheiro Civil, Doutor em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP e coordenador do curso de Engenharia de Inovação do ISITEC/SP.
Top