You are here
Home > Formação > Apresentação de Nossa Senhora: prenúncio do Advento

Apresentação de Nossa Senhora: prenúncio do Advento

Ao final do Ano Litúrgico – que se encerra com a Solenidade de Cristo Rei – temos a memória litúrgica da Apresentação de Nossa Senhora no Templo, no dia 21 de novembro. Essa Apresentação não está nos Evangelhos Canônicos, mas é narrada em escritos apócrifos tais como o chamado proto-evangelho de Tiago. Neste dia celebramos também a Dedicação da Igreja de Santa Maria Nova, construída em 543, perto do templo de Jerusalém.

Segundo os manuscritos não canônicos, Joaquim e Ana por muito tempo não tinham filhos, até que nasceu Maria. Como agradecimento pela graça da filha que lhes veio, eles a teriam levado ainda pequena para o Templo em Jerusalém para consagrá-la a Deus; outras versões posteriores contam que Maria foi levada para o Templo com cerca de três anos de idade. Embora não haja registros de um costume hebraico de apresentação de meninas no Templo, consta que elas eram ali educadas.

Na Liturgia das Horas lemos: “celebramos, juntamente com os cristãos da Igreja Oriental, a dedicação que Maria fez de si mesma a Deus, já desde a infância, movida pelo Espírito Santo que a encheu de graça desde a sua imaculada conceição”. O papa Paulo VI, em sua encíclica de 1974, Marialis Cultus, escreveu que “por detrás do que têm de apócrifo [festas como a da Apresentação de Nossa Senhora], propõem conteúdos de elevado valor exemplar e continuam veneráveis tradições, radicadas sobretudo no Oriente”.

O dia 21 de novembro é também um dia Pro Orantibus, um dia de oração para as freiras enclausuradas “totalmente dedicadas a Deus em oração, silêncio e retiro”.

Foi no dia 21 de novembro de 1964 que o Papa Paulo VI, no encerramento da 3ª Sessão do Concílio Vaticano II, consagrou o mundo ao Coração de Maria e declarou Nossa Senhora Mãe da Igreja.

Oração do dia:
Ao celebrarmos, ó Deus, a gloriosa memória da Santa Virgem Maria, concedei-nos, por sua intercessão, participar da plenitude da vossa graça. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Oração da liturgia bizantina:
Hoje é o prólogo da benevolência de Deus e a proclamação antecipada da salvação dos homens. No Templo de Deus a Virgem é apresentada para anunciar a todos os homens a vinda do Cristo. Em sua honra, nós também, à plena voz cantamos-lhe: Rejubila-te, ó Virgem em quem se realiza o plano do Criador.

 

Bibliografia:
– Santuário Nacional de Aparecida
Santo do dia – Canção Nova
Exortação Apostólica Marialis Cultus

Totus Mariae
Totus Mariae
Comunidade Totus Mariae
Top