Espiritualidade

Natal e Adoração: um texto de Hans Urs von Balthasar

Mais uma publicação das Ediciones San Juan chega ao público brasileiro gratuitamente!

Nestas páginas breves e intensas, Hans Urs von Balthasar nos guia para descobrir o sentido novo, cristão, da adoração a Deus, e assim a caminhar por nosso mundo permanecendo na Sua presença.

Diz-se dos três Reis Magos, que visitam o Menino e sua Mãe, que se prostraram e adoraram. O mesmo se poderia dizer dos pastores. Toda representação do presépio nos mostra os pastores em um gesto de veneração pois, por meio do anjo, sabem bem que esse Menino é o Salvador, o Messias, o Senhor. E quantas imagens antigas nos mostram Maria em adoração silenciosa diante do Menino amorosamente colocado no chão!

Os dias de Natal são um tempo em que a adoração a Deus – já conhecida pelo Antigo Testamento, por exemplo nos Salmos – recebe motivos totalmente novos para se inflamar e, graças a isto, também uma forma totalmente nova: nós podemos e devemos adorar a Deus neste pequeno Menino que Ele nos enviou. Isto é tão assombroso que nos força a pensar, também de modo novo, este ato de adoração, que em nossa época secularizada se tornou para nós uma realidade consideravelmente estranha.

O que significa adorar a Deus? E o que acontece com esse ato se o próprio Deus se nos apresenta na forma de uma criança pobre e humilde, deitada no presépio diante de nós?

Autor: Hans Urs von Balthasar
Título original: Weihnacht und Anbetung (1977)

Se ainda existe em nós uma relação pessoal com Deus, na maioria das vezes lhe apresentamos nossas súplicas, e isto é justo; mais raramente lhe agradecemos – dos dez leprosos curados por Jesus, somente um retorna para lhe agradecer –; ou, quando um sofrimento nos atinge, fazemos um ato de entrega devota à incompreensível vontade eterna de Deus, e isto também é justo. Mas resignação, submissão devota à vontade de Deus, ainda não é adoração.

Para baixar o e-book, basta preencher o formulário abaixo!

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]